PRODUÇÃO ORGÂNICA É PIOR PARA O CLIMA

Sim, este foi o título bombástico de um periódico com notícias de ciências em geral esta semana. O artigo original foi publicado na revista Nature de 12 de dezembro de 2018, com um título menos sensacionalista e leviano, digamos assim.


A pesquisa foi feita em culturas de ervilha e trigo na Suécia, país que incentiva e tem a maior parte de sua produção orgânica. Mesmo os autores do artigo reconhecem que a amostragem foi muito pequena, então seria uma conclusão preliminar.


Entretanto a meu ver, a pesquisa já se mostra tendenciosa e com nenhuma metodologia científica. O argumento apresentado foi de que a área de plantio para os orgânicos é muito maior para a mesma colheita, em quantidade, do que a convencional, o que estava implicando em desflorestamento e consequente aumento de CO2 na atmosfera.


Temos batido muuuito nesta tecla. NÃO BASTA SER ORGÂNICO!!! Sim, foi um primeiro passo muito importante, pensamos em nós como consumidores e nos trabalhadores que lidam com altas quantidades de veneno. Entretanto, passou da hora de pensar no planeta, afinal ele é nossa casa e retiramos dele absolutamente tudo que precisamos. E na maioria das vezes o fazemos sem respeito e sem cuidados.


Nos idos de 1920, Rudolf Steiner já falava dos cuidados com a terra INTEGRANDO todo ecossistema local. Na década de 60 o trabalho do micro biólogo e agricultor Masanobu Fukuoka, que admiro, já estava produzindo frutos com sua metodologia de “deixar a terra em paz”, nem mato ele praticamente arrancava.





Na década de 70 surge Ernest Gotsch com a agricultura sintrópica, INTEGRANDO floresta, lavouras e todo um ecossistema.

É obvio que deixar a terra nua, fazer uma imensa lavoura, monocultura de alguma coisa, NÃO VAI FUNCIONAR. E digo mais, é tão ruim quanto a convencional para o planeta! O Brasil produz um dos lixos mais ricos do mundo, tal o desperdício de hortifrútis que não possuem uma “cara” bonita e lustrosa, sem defeitos. É preciso olhar para isto com mais cuidado e consciência!





Então, vamos deixar de brincadeiras e leviandades e fazer direito! Nosso planeta é fértil, abundante e produz alimento para todos. Mas não vamos esquecer que nosso planeta tem uma área limitada e que nós, seres humanos, estamos nos reproduzindo abundantemente e além do mais retirando do planeta recursos quase 2 vezes a sua capacidade de regeneração o que também não vai funcionar!


Hora de assumir responsabilidades e fazer diferente!

© 2018 Gaia Nutre.Orgulhosamente criado por Bruno Guitel
Al. dos Nhambiquaras 1211 - São Paulo - SP - CEP: 04090-012

 gaianutreemporg@gmail.com

  • Facebook Icon